Acre

acri acri

Cidade antiqüíssima, Acre foi palco de numerosos acontecimentos históricos. Por sua posição costeira estratégica, esta localidade foi continuamente habitada por numerosos povos ao longo dos séculos. 

Retornando de sua terceira viagem, após fazer uma escala em Tiro e encontrado os discípulos, Paulo, com Lucas, partiu para Ptolemaida (Nome dado a cidade de Acre pelos gregos). Aqui os dois encontram os irmãos cristãos locais e permanecem por todo um dia, quando no dia seguinte partem para Cesaréia.

san francesco arriva in terra santa

A presença franciscana na Terra Santa remota ao próprio fundador da Ordem, São Francisco de Assis. O Santo ali teria aportado no ano de 1220, após ter se encontrado com o Sultão Malik AL Kamel, no Egito. Ele recebeu do sultão um “salvo conduto” para si e para os seus frades, para que pudessem visitar livremente os Lugares Santos.

Até a reconquista da cidade pelas mãos do exército sarraceno, residiram em Acre o Ministro Provincial da Província Ultramarina e o Custódio da Terra Santa, juntamente com um grupo de aproximadamente sessenta frades. Posteriormente, todos foram coroados com o martírio. Somente em 1620 foi possível restabelecer uma presença franciscana na cidade, nas proximidades do Khan AL Franji. 


Em 1737 foi também adquirida a Igreja de São João Batista próxima ao farol, para que servisse como paróquia aos cristãos de rito latino residentes na cidade.

Antiga cidade marítima da costa fenícia, conhecida sob o nome di Akko em fontes escritas da época dos faraós egípcios (cerca de 1500 a. C.). A parte mais antiga se encontra sobre o Tal AL Fukhar (Colina das Cerâmicas), na parte oriental da cidade atual. Logo após a conquista de Alexandre Magno (313 a.C.), a cidade foi redundada ao lado do litoral da dinastia helenística Ptolemaica do Egito, recebendo deles o nome de Ptolemaida. Continuou conhecida sob este nome durante a época romana e bizantina. Uma comunidade cristã já existia ali desde o tempo dos apóstolos, como se pode verificar no relato bíblico das viagens de São Paulo: “de Tiro chegamos a Ptolemaida, ali tendo saudado os irmãos, ficamos um dia com eles” (At.21,7).

Na antiguidade Cristã foi sede episcopal e gozou também de certa prosperidade. Mas a sua notoriedade é devida, sobretudo a importância que a cidade assumiu como porto marítimo e sede de governo, durante o segundo período dos Cruzados, que seguiu da caída de Jerusalém nas mãos do exército islâmico conduzido por Salah AL Din (1187 d.C.). De fato, tanto os reis quanto o patriarca de Jerusalém, tomaram Acre como sede. Numerosas cidades européias mantinham colônias militares e comercias na cidade, em bairros a eles reservados, chamados de fato: dos Francos, Pisanos, Genoveses e Venezianos.
Alguns traços remanescentes deste período ainda hoje podem ser vistos na parte antiga da cidade. 

A defesa da cidade era confiada às várias ordens militares do tempo, em particular, os Cavaleiros de S. João (Hospitaleiros), os Templários, os Teutônicos e à Ordem de São Lázaro. Entre os conventos se distinguiam aqueles das ordens mendicantes, de fundação recente como os carmelitas, dominicanos e franciscanos, tanto do ramo masculino, quanto do feminino.

acri 2 acri 2

1. Igreja Católica de S. João

2. Khan el-Umdan («das Colunas») 

3. Farol 

4. Khan el-Franji («Khan dos Francos») 

5. Khan as-Shawarda 

6. Grande mesquita de al-Giazzâr

7. Citadela dos Cruzados

8. Hammam al-Basha (banho turco)
9. Igreja Ortodoxa de S. Jorge 

10. Túnel dos Cruzados

Saint Francis Monastery 
P.O.B. 1023 
24110 Akko 
Israel
Tel.: 04-991.73.33 
Fax: 04-991.29.10
+972. 04 / 991.03.68 (School)

Saint John the Baptist Church
Opening hour: 10:30 - 12:30 AM