A formação franciscana

La Custodia di Terra Santa è benedetta con un buon numero di vocazioni alla vita missionaria francescana. Essendo un’entità internazionale, riceve candidati da tutto il mondo, particolarmente dai paesi del Medio Oriente, dall’Europa, dall’America Latina e dagli Stati Uniti d’America.

La Custodia ha tre case di formazione:

  • il convento di S.Fortunato a Montefalco (vicino ad Assisi, Italia) come casa per il postulandato e accoglienza dell'animazione vocazionale;
  • il convento di Betlemme (Palestina) come casa per il noviziato - momentaneamete chiuso; i novizi sono in formazione presso il convento di La Verna (Toscana, Italia);
  • il convento di San Salvatore a Gerusalemme (Israele) come casa per il post noviziato.

La Custodia ha anche altre case di accoglienza per giovani candidati a Washington (U.S.A), Buenos Aires (Argentina), Ain Karem (israele), Harissa (Libano), Aleppo (Siria) e Amman (Giordania), in tutti i paesi dove i frati francescani della Custodia di Terra Santa ministrano per i Cattolici.

La formazione iniziale nella Custodia di Terra Santa

Postulandato

È l’anno di formazione iniziale cui accede un candidato all’Ordine francescano dopo aver operato il discernimento necessario alla propria chiamata, periodo durante il quale è stato seguito dagli animatori vocazionali, ed è stato verificato se è veramente motivato ad entrare a far parte dell’Ordine. Il postulato è il tempo di una conoscenza diretta della vita della fraternità, pur restando nel proprio stato laicale.

La Custodia di Terra Santa ha case di postulandato ha una casa di postulandato a Montefalco, in Umbria, in un bellissimo convento tra le colline. I postulanti giungono generalmente da Paesi e Continenti diversi, e quindi vivono da subito quella convivialità delle differenze che, con la sua ricchezza di rapporti umani e di relazioni fraterne, offre loro il gusto della spiritualità e del progetto francescano. Lo studio, la preghiera, la vita comune, la partecipazione alla vita della Custodia, il far proprio l’ideale di vita di san Francesco, aiutano per un anno il postulante a capire e a formulare il proprio impegno di vita.

Noviziato

Con la vestizione dell’abito francescano, dopo un anno di postulandato, si dà inizio all’anno di noviziato. Il programma di questo tempo prevede di prendere parte strettamente al progetto di vita giornaliero della fraternità in cui i novizi sono inseriti. Il programma di studi prevede corsi sulla Regola, le Fonti, la Storia e la Spiritualità francescane, nonché sulla storia della Custodia.

La quotidiana lectio divina, la formazione al canto sacro e gregoriano, la responsabilità dei lavori manuali della casa, il servizio al santuario e al convento, ma anche il servizio ai poveri e il supporto alle attività pastorali della parrocchia come l’impegno alla partecipazione alle grandi feste liturgiche a Gerusalemme, nonché la cura alla dimensione contemplativa che sono chiamati a vivere nei giorni di ritiro, costituiscono il programma di questo tempo che li lega strettamente al progetto di vita che sono chiamati a confermare. La casa di noviziato si trova attualmente a La Verna (Toscana). La casa di Betlemme è temporaneamente chiusa.

Professione Temporanea

Al termine dell’anno di noviziato, ricevuta l’approvazione dei loro formatori, i novizi fanno la professione religiosa, cioè prendono pubblicamente l’impegno di vivere secondo la Regola di San Francesco, in obbedienza, povertà, e castità. Questo impegno è assunto di anno in anno per quattro volte. La casa in cui i professi vivono questo secondo tempo di formazione iniziale è il convento di San Salvatore, in Gerusalemme. In questa grande fraternità, sede della Custodia di Terra Santa, essi frequentano il seminario internazionale insieme a confratelli che qui vengono inviati dalle loro Province per un’esperienza di vita e di studi. Il programma formativo prevede un biennio di studio della filosofia e un anno per la specializzazione in una lingua parlata nel territorio servito dalla Custodia. Al termine di questi tre anni, ha inizio il quadriennio teologico. Tutti prendono parte al progetto di vita della comunità di San Salvatore, offrono il loro servizio alle celebrazioni liturgiche nella Basilica della Risurrezione, partecipano alle iniziative culturali custodiali.

Professione Solenne

Il quadriennio di professione temporanea viene concluso dalla professione solenne, che li fa membri stabili dell’Ordine con pieni diritti e doveri nella Custodia. Dopo la professione solenne essi continuano gli studi di teologia, ma risiederanno in uno dei conventi a Gerusalemme o zone limitrofe, e sono aiutati ad assumersi gradualmente piena responsabilità per la propria formazione che da iniziale si fa permanente. 

Postulato

Onde estamos?

Estamos em um dos mais antigos santuários em Umbria: a igreja de São Fortunato de Montefalco, que abriga os restos mortais deste santo, que era pároco, e ali morreu em 390 dC. A igreja foi ampliada por São Severo, um nobre cavaleiro da cidade de Martana, que a fez consagrar no ano 422 e nela habitou até 445 quando morreu. Em 1443 este lugar foi cedido ao movimento franciscano chamado “Observante” para construir um convento, o mesmo que agora, depois de várias reformas, abriga os "Primeiros Passos Franciscanos" de quem deseja seguir Sao francisco na Terra Santa.

Você pode estar se perguntando: por que este convento? Bem! Primeiro, aquí temos o privilégio de iniciar o processo de discernimento vocacional exatamente na sua própria "Terra Santa franciscana". Na verdade, foi nesta região que São Francisco nasceu, cresceu e seguiu o Senhor. Assis, Santa Maria Degli Angeli, Spoleto, Gubbio, Rivotorto e de outras Cidades citadas nas biografias do Seráfico Pai, aqui estão ao seu alcance ... Isto permite um contato próximo e frequênte com os ambientes em que a Ordem nasceu, com os lugares que viu o primeiro e os últimos passos de São Francisco de Assis. Não só isso, esta casa está localizada em uma das áreas mais verdes e mais belas da Umbria. O grande jardim e os bosques que rodeiam o convento oferecem uma rara oportunidade de mergulhar no silêncio e na contemplação, condições fundamentais nesta primeira fase de discernimento.

Você sabe qual é a meta do ano de Postulado?

 

Durante esta fase, o candidato terá toda a ajuda possível para verificar a sua decisão de seguir Jesus Cristo segundo a forma de vida franciscana na Terra Santa, e prepara-se para o noviciado. Para isso, vamos prestar especial atenção ao seu crescimento humano, a sua vontade de fazer parte de uma comunidade internacional, ao lidar com suas riquezas e suas dificuldades e ouvir a voz do Senhor atravez dos irmãos. Para ajudar nisso, oferecemos um programa completo:

Com todo meu coração te procuro ...

Em uma atmosfera de serenidade e oração, o candidato terá um contato direto com a Palavra de Deus: a Eucaristia diária, confissão frequente, a liturgia das hóras, a lectio divina, e práticas devocionais para favorecer um diálogo contínuo com a Palavra de vida. Isto irá guiar seus passos, serà consolo para seu coração, ideal para a sua existência. A meditar e partilhar com os outros ouvirás também as maravilhas que Deus operou neles e o louvarás porque saberás que "seu amor dura para sempre." 
 

Teus ensinamentos são o meu delite ...

 

O candidato também terá sessões de formação sobre diversas áreas: a vocação cristã, introduçao aos textos bíblicos, formaçao psicologica, franciscanismo, liturgia, canto, etc. Haverá tempo para estar junto com os outros e compartilhar com eles sua cultura, história e experiência. Não só isso, mas graças a conversas frequentes com o Mestre, você será pessoalmente acompanhado em sua jornada de discernimento. Há muito para aprender e descobrir porquê, como diz salmo 133, "La o Senhor enviou uma bênção", ou seja "onde os irmãos vivem juntos."

Se alguém quiser ser o primeiro deve ser o último e servo de todos...

S. Francisco quis seguir a Cristo pobre e cucificado por meio dos leprosos do seu tempo. Ainda hoje o mundo está cheio de diferentes tipos de "lepra": o candidato terá a graça de encontrar Cristo através do contato com os desfavorecidos, terá o dom de vê-los sorrir e alegrar-se cada vez que condividirá com eles o seu tempo trabalhando, comendo e rezando.

Com o suor do teu rosto você vai se alimentar...

 

O trabalho manual será importante para a sua alma sedenta de felicidade! Aqui, trabalhando com os outros e assumindo as diversas responsabilidades, crescerá no sentido de responsabilidade e de pertença a um projeto comum. Com o humilde trabalho cotidiano construirà, desde agora, o Reino de Deus. Trabalhando a terra com simplicidade prepararà, quase sem perceber, o terreno da sua existência para receber a chuva da graça e dar os frutos do Espírito.

Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho...

Além disso, será oferecida a oportunidade de saborear as alegrias e os trabalhos do apostolado. Com os missionários franciscanos, de fato, irá viver uma experiência única: a missão popular. Este é um tempo de graça, não só para centenas de pessoas com fome de encontro com Deus - que, graças ao seu esforzó serao saciados e mudarao de vida - mas especialmente para ti, que busca a face do Senhor. E assim, viver em sua pele o que Jesus diz: "A messe é grande mas os operários são poucos". Também verificarás melhor se o Senhor te chama a dar a vida para testemunhar o Ressuscitado, com o estilo simples e alegre de São Francisco de Assis.

Como é linda a sua morada, ó Senhor dos exércitos!

 

Lá, na terra onde "o Verbo se fez carne", o teu coração anseia. Está aquí para ouvir melhor a voz que um dia te sugeriu a servir a Deus e as pessoas em lugares que guardam as memórias da nossa redenção. Será reservado um momento para que tu conheças melhor essa maravilhosa realidade: a formação deste ano será direcionada ao conhecimento, direto e indireto, da Terra Santa, onde pessoas de diferentes religiões vivem juntas e onde liturgias são mais animadas e coloridas, onde milhões de peregrinos vêm de longe para rezar, onde um dia tu também serà uma gota de água em um deserto espiritual...

Coragem!

Se você sente que o Senhor está chamando para esse estilo de vida, não hesite em contatar-nos. Vemo-nos lá!

O Noviciado

Il Noviziato

Contemplação, trabalho e apostolado: três dimensões de um único carisma. O carisma franciscano. E o santuário do monte Alverne, na Toscana - o lugar onde São Francisco recebeu os estigmas de Cristo - atual casa do noviciado para a Custódia da Terra Santa, é um dos locais mais dequados para experimentar todas as três dimençoes do nosso carisma Franciscano.

Sua posição isolada no topo da montanha, as florestas imensas que o cercam e os vários locais ligados às memórias franciscanas mais importantes ajudam os noviços a mergulhar mais profundamente na oração, para experimentar Deus no mais profundo silêncio. Uma dimensão que muitas vezes nós esquecemos. Além disso a possibilidade de passar alguns dias no eremitério do santuário, um lugar de oração e isolamento, pode ser uma oportunidade maravilhosa de "deixar o mundo" por algum tempo e permitir-se de viver uma nova dimensão de relacão com Cristo.

Em um santuário tão amplo e popular, com uma extensão territorial de mais de cem hectares, atividades de trabalho, certamente não faltarão. Quem aceita o trabalho com paciência e humildade, calmamente fazendo tudo o que se pede, descobrirá com prazer que é possível viver em qualquer lugar, fraternalmente, de acordo com as necessidades e exigências.

O incrível fluxo de peregrinos que da Primavera ao Outono frequêntão Monte Alverne, torna-se uma ocasião para os freis e noviços de dedicaren-se com visitas guiadas que deixarão marcados os corações . Não é importante mostrar o quanto você sabe, mas apenas para dar testemunho de Cristo através da vida de São Francisco. E assim, a experiência que vivemos será cada vez mais fortalecida. Além de tudo isto, não podemos esquecer de falar da Missão Popular, que todos os anos os freis da provícia Toscana fazem levando Jesus dentro de todas as casas, em todas as familias e poqrue não nas ruas, dando uma mensagem de paz a quem encontrar.

Mas não esqueçamos o mais importante, ou seja, que cada dimensão do carisma franciscano, especialmente neste terceiro ano de discernimento, tem como seu único propósito transformar os novoços no amor de Cristo e para confirmar se eles são verdadeiramente chamados a seguir o caminho que São Francisco iniciou há 800 anos atrás . O noviciado, com todas as suas atividades, há apenas uma função: é o ano de apaixonarse por Jesus e discernir o chamado pessoal de consagração. Todas as aulas que são oferecidas na formação deste ano (Regra e os escritos de São Francisco, a história franciscana, documentos da Igreja e espiritualidade da vida consagrada), tem como único objetivo ajudar no discernimento pessoal e confrontar-se com sua humanidade como também confrontar a sua experiência de Jesus. É um caminho, por vezes, difícil, mas possível, porque é reto e baseado na graça de Cristo e no nosso impenho pessoal.

A espiritualidade do seminário franciscano de Terra Santa

A inteira vida de São Francisco era um constante caminho de conversão e de união a Jesus Cristo e de louvor ao Deus Altíssimo, Criador e Pai. Nas pegadas do Pobrezinho de Assis, que vem ao Oriente para pregar o Evangelho, os freis do Seminário Internacional da Custódia da Terra Santa, baseiam seu testemunho na paz e na não-violência evangélica, no respeito às crenças, às culturas e às leis do povo entre os quais vivem no Médio Oriente.

O seminário compreende atualmente 35 jovens provenientes de 15 nações diferentes, característica esta, que o torna único dentro da Ordem Franciscana. Este constitui com o seu ambiente cosmopolita a primeira escola de evangelização, que na internacionalidade tem o seu fundamento e a sua grande riqueza.

Viver na Terra Santa representa um privilégio incomparável para um jovem cristão à procura de Deus.

Seminario francescano

A leitura orante da Sagrada Escritura, a Eucaristia, a oração pessoal e a meditação, celebradas nos mesmos lugares e entre as pedras santificadas das pegadas e do sangue de Deus, que se fez homem por amor, tornam-se Lugares Santos do espírito, guardados nos corações dos filhos de São Francisco, os quais com o amor daqueles que sabem que são amados de um amor eterno, sem medida, cuidam com amor esta memória há oito séculos.

E entre essas rochas e essa poeira, entre os caminhos ensolarados do deserto da Judéia e o verde da Galiléia banhada das que, em um tempo, eram as águas frescas do Jordão, que os jovens estudantes do Studium Theologicum da Terra Santa, exprimem o seu reconhecimento e amor a Deus que se tornou Criança em Belém, ao divino Adolescente e Trabalhador em Nazaré, ao divino Mestre e Taumaturgo em toda a região, ao divino Crucificado no Calvário, ao Redentor Ressuscitado do Sepulcro que se encontra no Templo da Ressurreição, como feliz se exprimia Papa Paulo VI, na Exortação Apostólica Nobis in animo, falando das necessidades da Igreja na Terra Santa.

Além disso, afim de cuidar e, para os novos estudantes que cada ano vêm de todas as partes do mundo, descobrir a beleza e a riqueza das antigas tradições litúrgicas e espirituais da Igreja Mãe de Jerusalém, o seminário cuida, com a ajuda dos cerimoniários da Custódia, todas as celebrações solenes definidas pelos Status Quo, que no Natal em Belém e na Basílica da Ressurreição na Páscoa tèm o seu ápice. É neste clima de oração e respeito pelas Comunidades com as quais hoje se divide o mesmo caminho de Reconciliação e Unidade, que em maneiras e ocasiões também não-oficiais, vem cultivado o diálogo ecumênico na compreensão e comunhão de sentimentos e convicções, e abrindo também as portas da octingentésima igreja de São Salvador se oferece assim, uma oportunidade de oração e de encontro.

Não é possível visitar Jerusalém e não ficar marcado desta experiência. 

Como a corça suspira pelas águas correntes, assim a minha alma te deseja, oh Deus. Assim recita o salmista falando do desejo do Absoluto, da mesma maneira, da nostalgia e do desejo da Cidade Santa quando se distancia, em uma imagem toda oriental, é como a sede ardente, é o contraste entre o desejo da água e a desilusão da torrente seca.

A minha carne te deseja como terra deserta, árida, sem água.