Os Comissariados da Terra Santa

A Custódia da Terra Santa incrementa a sua atividade no mundo graças a ajuda dos Comissários, frades da Ordem Menor empenhados em ser “pontes entre a Terra Santa e os cristãos de todo o mundo”. 

Os comissários trabalharam no território das suas Províncias franciscanas: 
• recolhem as ofertas da Coleta “pro Terra Sancta” da sexta-feira Santa,
• propõem as Jornadas dedicadas à Terra Santa,
• pedem sustento e solidariedade para que se possa continuar a missão franciscana na Terra Santa,
• organizam os peregrinos nos Lugares Bíblicos e difundem materiais informativos e objetos religiosos confeccionados na Terra Santa.

As origens históricas

As origens dos Comissariados da Terra Santa é antiguíssima e é motivada pela dificuldade por parte da Custódia de desenvolver as suas tarefas em uma situação política e religiosa tão complexa. 
Constatado, de fato, que nem a vida dos frades nem a conservação dos Lugares Santos seriam possível sem as esmolas dos Príncipes cristãos, os primeiros Estatutos da Custódia (1377) estabeleceram que o Custódio deveria instituir um dos seus irmãos leigos para cuidar da administração das esmolas. 
Meio século mais tarde a figura dos Comissários da Terra Santa foi instituída oficialmente com a bula His quae, do Papa Martino V (24 de fevereiro de 1421). Em tempos mais recentes, o Papa Paulo VI declarou que a atividade dos Comissários “tão importante no passado, nos parece ainda hoje válida e funcional”. (Paulo VI, Nobis in animo). 

Commissariats Liaison Office (Clio)

Fr. Marcelo Cichinelli 
St. Saviour’s Monastery
P.O. Box 186, 9100101 - Jerusalem 
Cell: +972. 544612498
E-mail: clio@custodia.org

Atualmente os Comissariados da Terra Santa estão distribuídos em 44 nações do mundo em um total de 84 comissariados

Europe

Descobre mais