2021: Ano de S. José

No último 08 de dezembro, por ocasião do sesquicentenário (150° aniversário) da declaração de São José como padroeiro da Igreja católica, o Santo Padre Papa Francisco, com a Carta Apostólica “Patris corde”, proclamou um ano especialmente dedicado ao Santo que, com “coração de pai” acolheu e amou Jesus, o Filho de Deus encarnado na Virgem Maria, por obra do Espírito Santo, para ser nosso Salvador. 
Como recorda o Pontífice: “Com coração de pai, assim José amou Jesus, chamado em todos os quatro Evangelhos “o Filho de José”. Os dois Evangelistas, que puseram em relevo sua figura, Mateus e Lucas, contam pouco, mas o suficiente para fazer compreender que tipo de Pai foi S. José e a missão que lhe foi confiada pela Providência.

       Todos podem encontrar em São José – o homem que passa despercebido, o homem da presença quotidiana discreta e escondida – um intercessor, um amparo e uma guia nos momentos de dificuldade. São José lembra-nos que todos aqueles que estão, aparentemente, escondidos ou em segundo plano, têm um protagonismo sem paralelo na história da salvação. 

Papa Francisco, Patris Corde

As celebrações na Terra Santa

A Ordem dos Frades Menores se vangloria, desde os primeiros séculos, da longa tradição de afeto e devoção para com o humilde carpinteiro de Nazaré, a partir de Santo Antônio de Pádua para o qual José “representa o cristão que, inserido na Igreja pela fé em Cristo, deve crescer de bom a melhor e trazer frutos de vida eterna” (Sermões, Santos Inocentes, 2) e S. Bernardino de Siena, que o apresenta como “aquele que foi escolhido pelo eterno Pai para ser o fiel nutricionista e custódio de seus principais tesouros: seu Filho  e sua esposa, e cumpriu esse encargo com a maior assiduidade” (Disc. II sobre S. José).
Para celebrar dignamente este ano dedicado a S. José, a Custódia da Terra Santa decidiu dar especial solenidade à anual Festa de S. José e organizar Liturgias especiais, como explicado pelo Custódio da Terra Santa numa Carta aos frades

Liturgias nos Lugares Santos

Nazaré, 15-16-17 de março de 2021 - Tríduo em preparação à Festa de S. José: 
Às 18h (hora local): Missa em idioma inglês (15 de março), em língua espanhola (16 de março), em idioma italiano (17 de março).

Nazaré, 18 de março de 2021 - Vigília da Solenidade de S. José: 
Às 17h30min (hora local) – Entrada solene do Custódio da Terra Santa na Basílica da Anunciação; 
Às 18h (hora local): primeiras Vésperas de S. José na Basílica da Anunciação. 
Às 20h30min (hora local): procissão luminosa com o Rosário de S. José, desde a Gruta da Anunciação até a Cripta da Sagrada Família.
Baixe o subsídio litúrgico da celebração aqui.
Siga online em direta pela nossa página facebook.
Leia a homilia do Custódio da Terra Santa, Fr. Francesco Patton.

Nazaré, 19 de março de 2021: Solenidade de S. José, esposo da Beata Virgem Maria:
Às 7h15min (hora local) - Missa em língua árabe;
Às 10h30min (hora local) - Missa em língua italiana, presidida pelo Guardião;
Às 10h30min (hora local) - Missa solene em língua latina, presidida por Fr. Francesco Patton, OFM, Custódio da Terra Santa, na igreja de S. José, com procissão à Cripta.
Às 12h (hora local) -  ngelus na Cripta da igreja de S. José
Às 15h (hora local) - Missa em língua espanhola
Às 16h (hora local) - Missa em língua inglesa
Às 18h (hora local) - Missa solene em língua árabe, presidida por Fr. Francesco Patton, OFM, Custódio da Terra Santa, na igreja de S. José com procissão à Cripta.
Baixe o subsídio litúrgico da celebração aqui.
Siga em online em direta pela nossa página facebook.
Leia a homilia do Custódio da Terra Santa, Fr. Francesco Patton.

Belém, 01 de maio de 2021 – S. José Operário
Programa a definir

The Franciscan Friars during the celebration for the solemnity of St. Joseph, Nazareth 2020
The Franciscan Friars during the celebration for the solemnity of St. Joseph, Nazareth 2020

A mensagem do Custódio da Terra Santa

“Como Frades Menores, confiamo-nos à interseção de S. José e inspiramo-nos no exemplo desse santo, singular modelo de minoridade, que soube unir a espiritualidade do silêncio com a operosidade, como nos recordou o Papa Francisco [...].

Também aprendemos desse grande santo o que significa viver uma autêntica paternidade espiritual, que sabe suscitar amor porque sabe exprimir a humildade no servir, que conhece o registro da firmeza, mas também aquele da ternura, que sabe educar a obedecer porque a pratica com confiança, que sabe viver a dimensão do acolhimento, realizando a justiça de Deus, que sabe realizar uma coragem criativa quando as circunstâncias o exigem, que conheça a graça e a disciplina do trabalho, que sabe esforçar-se escondido na sombra, em vez de buscar as luzes da ribalta”.

Fr. Francesco Patton, Custódio da Terra Santa
Carta aos Frades da Custódia da Terra Santa
Jerusalém, 11 de março de 2021

Os Santuários da Terra Santa, dedicados a S. José

 

Entre os muitos santuários que a Custódia da Terra Santa tem a graça de custodiar, existem também alguns dedicados a S. José, esposo da Virgem Maria e pai putativo de nosso Senhor Jesus Cristo. 

Nazaré

Em Nazaré, os Frades da Custódia custodiam não apenas a Gruta da Anunciação, mas também a Casa de S. José, aquela “santa e doce moradia/ onde José adestra/ à humilde arte de carpinteiro/ o Filho do Altíssimo” (Hino do Breviário).

Descobre mais

Belém

Em Belém, uma pluralidade de lugares reclama a silenciosa, mas preciosa, presença de S. José ao lado de Maria, no mistério da encarnação: desde a Gruta da Natividade até à Gruta de S. José, da “Casa” de S. José à Gruta do Leite.

Descobre mais

Salve, guardião do Redentor
e esposo da Virgem Maria!
A vós, Deus confiou o seu Filho;
em vós, Maria depositou a sua confiança;
convosco, Cristo tornou-Se homem.

Ó Bem-aventurado José, mostrai-vos pai também para nós
e guiai-nos no caminho da vida.
Alcançai-nos graça, misericórdia e coragem,
e defendei-nos de todo o mal. Amen.

Oração a São José
Papa Francisco, "Patris Corde".

Documentos Pontífices sobre S. José