Santo Sepulcro, reabertas as portas da Basílica

As portas da Basílica do Santo Sepulcro em Jerusalém foram reabertas. È necessário ainda lidar com a obrigação do uso de máscara e álcool gel por um longo tempo. O importante é que depois de dois meses é possível voltar a visitar o local mais sagrado do cristianismo e participar das celebrações, mantendo o limite máximo de 50 pessoas presentes dentro da Basílica.

Fr. SALVADOR ROSAS FLORES, ofm
Presidente Convento Santo Sepulcro
"Nesse momento, as primeiras novidades que um peregrino que vier à Basílica do Santo Sepulcro encontrará serão as portas entreabertas e essas barreiras. Na entrada, encontrará o frasco de álcool gel: pedimos gentilmente que sempre use a máscara. É o que podemos oferecer hoje para garantir a segurança de todos: daqueles que vem de fora e nossa, que vivemos lá dentro.

A notícia chega após várias etapas: primeiro as medidas anti-contágio foram afrouxadas no país, depois as Igrejas latina, grega e armênia anunciaram a reabertura oficial, e as celebrações recomeçaram com a presença dos fiéis. Então, o acordo que permite que a grande porta de madeira na entrada permaneça aberta, mesmo que ainda não seja possível acessar todas as partes da Basílica.

Fr. FRANCESCO PATTON, ofm
Custódio da Terra Santa
"Por enquanto precisamos administrar com gradualidade a passagem da fase de quase total fechamento – na verdade nunca houve “fechamento total”, pois dentro da basílica as celebrações continuaram– para uma fase de plena abertura. É uma abertura gradual que também precisa respeitar as normas concordadas com a polícia. Certamente essa fase de transição nos ajudará a entender se somos ou não capazes de administrar uma situação algo mais complexa que nos normais santuários, onde há uma comunidade que administra tudo, enquanto aqui as comunidades são ao menos três."

De manhã cedo, os frades que vivem no interior da Basílica acolheram os fiéis na entrada para a missa, celebrada como de costume em frente a Edícula do Sepulcro, e dão as boas vindas com emoção. Emocionada está também esta, visitante originária da Índia.

MARY
"Antes de hoje eu costumava vir aqui todos os dias, mas por dois meses não consegui entrar, lamentava muito. Hoje eu estou muito feliz. Muito, muito obrigado."

Fr. SALVADOR ROSAS FLORES, ofm
Presidente Convento Santo Sepulcro
"A esperança sempre nos acompanhou: embora as portas estivessem fechada, a esperança de abri-las, de receber os cristãos novamente, de mostrar os lugares santos, de até trazê-los nós mesmos para dentro... Essa esperança permanece entre nós."

 

Christian Media Center