Quinta edição do Festival da Terra Santa, em Washington, DC.

O Convento franciscano da Terra Santa, em Washington, D.C., celebrou o quinto Festival da Terra Santa, no sábado, 14 de julho de 2018. O momento mais significativo do Festival foi o programa oferecido pelos Estudantes e Professores, músicos do Instituto Magnificat de Jerusalém, que apresentaram uma série de obras instrumentais e vocais na igreja do Convento.

Como no ano passado, o Festival também ofereceu uma série de estandes, nos quais os visitantes podiam saborear alimento árabe, adquirir bordados feitos à mão, manifaturados em madeira de oliveira, sabão, óleo de oliveira e outros produtos típicos da Terra Santa. Uma livraria local, especializada em literatura do Oriente Médio, trouxer uma série de livros sobre História e temas da região. Os visitantes também puderam experimentar uma demonstração de caligrafia árabe. Durante o dia, havia a possibilidade de visitar o Convento e a Igreja, que guardam cópias dos Santuários da Terra Santa, como o Calvário, a Edícula do Santo Sepulcro e as catacumbas de Roma.

A Universidade de Belém, o Hospital da Sagrada Fdamília de Belém, a Fundação Ecumênica da Terra Santa, o Centro João Paulo II e a Ordem Franciscana Secular do Convento, ofereceram atividades para conhecer e informar sobre o que fazem. Também a lojinha de souvenirs do Convento e o grupo de voluntários que cuida do jardim (com projetos agrículas do Convento) tiveram espaço para se apresentar.

Havia vários grupos de trabalho durante o dia. A Fundação da Universidade de Belém e seus estudantes falaram de “Vozes de Belém”. O Embaixador Michele Bowe da Ordem dos Cavaleiros de Malta falou sobre “Esperança e Parceria em criar paz na Terra Santa” e o franciscano Fr. Benjamin Owusu falou sobre a presença franciscana na Terra Santa, já por mais de oitocentos anos.

Fr. Greg Friedman, OFM,
Convento franciscano da Custódia da Terra Santa, Washington.