Belém – Campo e Gruta dos Pastores

Alguns pastores, a classe mais desprezada do povo judeu, vieram adorar Jesus. Envoltos no brilho de uma grande luz, souberam por um anjo a alegre notícia que o esperado salvador nasceu. 

O santuário, progetado por Barluzzi, surge sobre uma rocha que domina as ruínas. Possui a forma de um dodecágono com cinco absides num plano inclinado que faz lembrar a estrutura de uma tenda, como as tendas dos patores daquele tempo. A luz, que penetra da cúpula em blocos de vidro, ilumina o interior do santuário, lembrando a luz divina que apareceu aos pastores.

Um antigo peregrino anônimo, citado pelo monge beneditino Pietro Diacono ( sec. XII), nos fala de lugares sagrados nos arredores de Belém: “Não muito distante há uma igreja, dita “dos Pastores”, onde um grande jardim é cuidadosamente fechado por muros; e há neste lugar uma gruta muito luminosa, e um altar no lugar onde o anjo que apareceu aos pastores em vigília, anunciou o nascimento de Cristo”. Também S. Jerônimo ( fim do séc. IV), menciona este lugar mais de uma vez, associando-o à bíblica Midgal-Eder ( Torre de Eder ou do rebanho ). 
A igreja de Jerusalém alí celebrava a festa da vigília do Natal. O bispo Arculfo (sec. VII ), recorda a presença dos sepulcros de três pastores no lugar. A igreja foi destruída antes da chegada dos cruzados, mesmo assim, os peregrinos continuaram a visitar suas ruínas. Tradicionalmente o lugar indicado era Deir Ar-Ro’wat, sobre a margem meridional da planície de Belém, onde existem notáveis ruínas de um antigo edifício sacro. A igreja inferior ou cripta, quase íntegra, serviu de igreja paroquial para os gregos ortodoxos até 1955. No ano de 1972 se prosseguiu aos escavos (aos cuidados de V. Tzaferis), e a restauração do monumento; uma igreja moderna ao lado da antiga. 
Escavos efetuados na área trouxeram à luz os restos de uma assentamento agrícola do primeiro século (com prensas para fabricação de azeite, grutas e um columbário), como também um mosteiro bizantino ( igreja, pátios, cisternas, padarias, mosaicos ) que floresceu entre os séculos IV e VIII d. C.

Naquele área se encontram grutas, cavidades escavadas em rocha calcária, usadas como moradia no período herodiano-romano. 
Se tratava muito possivelmente de um pequeno vilarejo agrícola. Foram também encontrados neste lugar, restos de moinhos antiquíssimos e outros sinais da vida de então. Os franciscanos transformaram estas grutas em pequenas capelas, muito características.


"Tu, che sei la luce delle genti e il maestro della santità, 
illumina i nostri passi con la luce della tua parola.
"

Havia nos arredores uns pastores, que vigiavam e guardavam seu rebanho nos campos durante as vigílias da noite. Um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor refulgiu ao redor deles, e tiveram grande temor. O anjo disse-lhes: Não temais, eis que vos anuncio uma boa nova que será alegria para todo o povo: hoje vos nasceu na Cidade de Davi um Salvador, que é o Cristo Senhor. Isto vos servirá de sinal: achareis um recém-nascido envolto em faixas e posto numa manjedoura. E subitamente ao anjo se juntou uma multidão do exército celeste, que louvava a Deus e dizia: 
"Glória a Deus no mais alto dos céus e na terra paz aos homens, objetos da benevolência". 

Lucas 2, 8-14

Salmo 
Sal 85 (84): O Senhor anuncia a paz para o seu povo.



Leitura
Os pastores encontraram Maria, José e o menino(Lc 2,8-20), o alegre anúncio aos pobres (Is 61,1-3), Deus escolheu o que no mundo é ignóbil e desprezível(1 Cor 1,19-31.


Preces e orações
Cristo veio para que a criação fosse libertada da corrupção do pecado e da morte e pudesse alcançar a liberdade de filhos de Deus. Encorajados na fé, invoquemos o seu nome: Vós que existis para sempre e vos fizestes homem no tempo, pelo mistério de vosso nascimento, renovai a nossa humanidade. Vós que sois a luz dos povos e mestre da santidade, iluminai os nossos passos com a luz da vossa palavra. Verbo de Deus, que vos fizestes homem no seio da Virgem Maria, dignai-vos habitar em nossas almas, mediante a fé e a graça.
Oremos
Oh Pai! Vós que quisestes fazer conhecer de modo admirável por meio do Anjo, o nascimento de vosso filho aos humildes pastores, concedei a nós, que professamos a fé na vossa encarnação, de participar em vossa vida imortal. Por Cristo Nosso Senhor. Amém.

Tel.: 970-02/277.24.13 

Fax: 970-02/277.61.71


Horário de abertura do Santuário:

8.00-11.30; 14.30-17.00