O Instituto Magnificat, centro da excelência musical

Cada ano KolHaMusica, a estação radiofônica nacional do Estado de Israel, sintonizada por todos os peritos e apaixonados pela música clássica no país, organiza um concurso para detectar quais jovens talentos, futuramente, serão protagonistas da cena musical.

Dirigido pel legendário Professor Alexander Tamir, da Academia de Jerusalém, o concurso chamado “Voltados ao futuro” tem a participação de estudantes, vindos dos mais importantes e conhecidos conservatórios de Israel. Realizado com a chancela do Ministério da Cultura e da Prefeitura de Jerusalém, “Voltados ao Futuro” é uma das competições nacionais mais importantes.

A edição deste ano foi vencida por Mohammad Al-Sheikh, estudante de piano no Instituto Magnificat. 

Entrou no Magnificat em 2003, Mohammed iniciou estudando sob a guia da Professora Emma Spitkovsky e logo demonstrou excepcional talento. Apesar de sua juventude, ganhou numerosos prêmios seja em Israel como no exterior (México, Estônia, Polônia) e participou de uma Masterclass, conduzido por personagens de ponta no âmbito da música clássica contemporânea, como Daniel Baremboim, Murray Perahia e Tatiana Zelikman. 

A cerimônia de premiação do concurso “Voltados ao Futuro” foi realizada na quarta-feira, 19 de dezembro, no teatro Sherover de Jerusalém. Na ocasião, Mohammed tocou o Concerto N. 3 para piano de Beethoven, acompanhado pela Orquestra Sinfônica de Jerusalém, sob a batuta do Maestro Yaron Gottfried. Sua interpretação convenceu a plateia e foi acolhida com aplausos e demonstração de admiração. 

Outros vencedores do concurso são Amir Ron (segundo lugar) e Dani Devornik (terceiro lugar). Mohammed terá a honra de tocar com a Orquestra na próxima estação de concertos, transmitidos ao vivo pela Kol-HaMusica. 

O Instituto Magnificat de Jerusalém é uma escola de música fundada por Fr. Armando Pierucci,  no centro da Cidade Velha de Jerusalém, em 1995. Única em seu gênero, promove o estudo da música, oferecendo preparação profissional, mas sobretudo é lugar de diálogo e educação à convivência pacífica, na qual crianças e jovens muçulmanos, cristãos e hebreus estudam juntos, unidos na paixão pela música. A escola, neste momento, tem mais de 200 jovens alunos e cerca de 18 Professores, com sucesso crescente. No Instituto Magnificat ensina-se Piano, Violino, Viola, Violoncello, Órgão, Canto, Guitarra, Composição, Flauta, Percussão, Música Coral, Solfejo e História da Música.

Esse primeiro lugar de Mohammed representa meta importante para o Instituto Magnificat: sua vitória confirma que a escola de música da Custódia da Terra Santa, fundada há vinte e cinco anos, é de fato um centro excelente , capaz de formar músicos em grau de competir em nível internacional.