A natividade em exposição em Belém com as Marionetes da Companhia Carlo Colla

The puppet of the one of the Wise Men character created by the Colla puppeteers
The puppet of the one of the Wise Men character created by the Colla puppeteers

No dia 22 de dezembro no Bethlehem Peace Center, o centro cultural que se abre na praça diante da Basílica da Natividade, foi inaugurada a exposição “Italian Visions and Nativity Scenes. Reinaissance paintings and ancient marionettes theatre”, projetada pelo Chancing Performing Art em colaboração com a Companhia Carlo Colla & Figli e promovida pelo Ministério da Cultura Italiana, pelo Consulado Geral da Itália em Jerusalém e pela Custódia da Terra Santa.

Esta mostra representa o primeiro evento internacional no âmbito da “Greccio 2023”, ou seja, de toda uma longa série de iniciativas culturais, exposições, concertos e espetáculos organizados para celebrar o Oitavo centenário da primeira representação do presépio em Greggio, que aconteceu em 1223 por vontade de São Francisco. Entre as muitas autoridades presentes na inauguração, também a Cônsul adjunta de Itália, Dra. Alice Amoriello e o vice prefeito de Belém Sr. Nader Rahim.

“Durante a sua viagem a Belém, São Francisco de Assis imagina como poderia ser o cenário da natividade no tempo de Jesus” – explica Paolo Dalla Sega, diretor cultural que se ocupa da coordenação, da produção e da supervisão das iniciativas de “Greccio 2023” – “e quando volta para a Itália, precisamente em Greccio – um pequeno vilarejo entre Assis e Roma – na noite de Natal de 1223 recria com os seus habitantes aquilo que tinha visto na Judéia, reproduzindo o que hoje chamamos de ‘presépio’”.

“A montagem apresenta as reproduções dos mais belos presépios da arte italiana” – continua o prof. Dalla Sega – “ilustrando como os grandes maestros da nossa península imaginaram e representaram a cena da Natividade, e as imagens são intercaladas por teatros de marionetes dos Colla, a mais antiga família de marionetistas italianos. Com seu famosíssimo espetáculo eles rodaram o mundo, mas até agora não tinham estado nunca na Terra Santa. Também possuem n repertório um espetáculo que parece justamente pensado para ser representado aqui: se chama “A cabana de Belém” e é a história da Natividade através daqueles personagens que hoje povoam os nossos presépios, a Sagrada Família, o anjo, os reis magos, os pastores e as ovelhas”.

Nas próximas semanas estarão presentes os artistas da companhia Carlo Colla & Figli / Associação Grupporiani, que entre os dias 10 e 12 de janeiro apresentarão o espetáculo de marionetes ligado à cabana de Belém. “E terá uma nova marionete criada propositalmente para a ocasião” – destaca Tiziano Marcolegio, marionetista da dell’Associação Grupporiani – “que representa o personagem de São Francisco: será ele o arauto da história da Natividade e será o narrador nesta histórica montagem, onde tomarão vida as marionetes que agora vocês veem na exposição”. Neste ínterim Debora Coviello e Camillo Cosulich, também eles marionetistas da Associação Grupporiani, encantam o público presente com as marionetes de São Francisco e de Pinóquio, fruto da refinadíssima arte secular transmitida pela família Colla desde meados do século XIX.

 “Neste ano celebramos os 800 anos do primeiro presépio e esta exposição visivelmente dá testemunho da sua importância ao longo dos séculos na arte e no seu grande desenvolvimento a partir daquela originária representação em Greccio por obra de São Francisco” – reiterou fr. Ibrahim Faltas, vigário da Custódia da Terra Santa -. “Lembremos que Belém é uma mensagem de paz, o lugar onde nasceu Nosso Senhor Jesus Cristo, e onde tudo começou”.

Silvia Giuliano