Apoio da Franciscan Foundation for the Holy Land, em tempo de Covid-19

The Franciscans of Bethlehem are distributing aid to families in difficulty
The Franciscans of Bethlehem are distributing aid to families in difficulty

A Franciscan Foundation for the Holy Land (Fundação Franciscana para a Terra Santa) reagiu às dificuldades determinadas pela pandemia da Covid-19 na Terra Santa, fornecendo ajudas para haver bens alimentícios. Quem o afirma é Fr. Peter Vasko, Frade franciscano e Presidente da fundação americana, que mantém parte dos projetos sociais da Custódia. “Doamos dez mil dólares à Paróquia de Belém e dez mil dólares à Paróquia de Jerusalém para adquirir alimento – explicou o sacerdote. -  Inicialmente, colocamo-nos em contato com Fr. Rami Asakrieh, Pároco da igreja Santa Catarina, em Belém. Desejávamos doar esse dinheiro a fim de fossem comprados pacotes de bens de primeira necessidade para anciãos, doentes, aos que não podiam sair de casa e que se achavam em dificuldades por causa da pandemia. Os escoteiros entregaram os pacotes de porta em porta.  Depois de duas semanas, a Paróquia de Jerusalém iniciou o mesmo programa”. 

Por causa da pandemia de Covid-19 muitos perderam seu emprego, seja em Jerusalém como em Belém, e todos os que dependem do turismo acharam-se improvisamente sem clientes, haja vista a impossibilidade de viajar. “Estamos gastando todas as nossas economias. Chegaremos à fome – afirmou o Pároco de Belém, Fr. Rami -. Ajudamos muitas pessoas, desde o início da pandemia, graças à Fundação Franciscana para a Terra Santa e, ainda hoje, temos necessidade de apoio”. “Ajudamos muitas famílias em dificuldades, graças à ajuda da Fundação Franciscana para a Terra Santa, e continuaremos a fazê-lo, também com a ajuda da Ong Pro Terra Sancta”, disse Fr. Amjad Sabbara, Pároco da igreja S. Salvador, em Jerusalém. 

Neste tempo de pandemia, em toda a Terra Santa, na realidade, tem sido fundamental a contribuição dos Párocos espalhados no território, que permaneceram ao lado dos fiéis, apoiando-os materialmente e espiritualmente.

A Fundação Franciscana para a Terra Santa, por sua parte, quis doar a soma especial de vinte mil dólares, que estavam destinados aos fundos postos cada ano para todas as iniciativas em ativo. “Cada ano, doamos entre 1.5 e 1.8 milhões de dólares à Custódia para projetos que se referem à educação, necessidades sociais, remédios – revelou seu Presidente Fr. Peter Vasko -. Há muitos benfeitores que colaboram monetariamente para custear projetos específicos”. Um dos programas que tem maior apoio da Fundação é o que diz respeito às bolsas de estudo para jovens cristãos da Terra Santa. “Desde o início do programa, temos doado seis milhões de dólares para bolsas de estudo e são quinhentos os estudantes envolvidos - continuou Fr. Peter Vasko -. 90% já é profissional, hoje. Fazemos isso para o futuro da comunidade cristã e para a formação de seus futuros líderes”. Neste ano, os pedidos recebidos são trinta e serão avaliados por uma comissão especial, que decidirá os vencedores em base ao critério da marginalização econômica e dos votos escolásticos recebidos.

A Fundação Franciscana para a Terra Santa é ativa em muitos outros campos, dando bolsas de estudo para alunos da escola de música Magnificat, apoiando a construção e reestruturação de casas para cristãos da Terra Santa, financiando o centro de serviços sociais em Belém e a Casa da Criança para acolher crianças de famílias em situação de risco, levando avante programas esportivos para jovens palestinos. “Espero de voltar logo aos Estados Unidos, para onde me dirijo regularmente a fim de sensibilizar sobre a situação dos cristãos – concluiu Fr. Peter Vasko -. Nós, Franciscanos, temos diferentes talentos, mas todos juntos somos chamados a ajudar as pessoas da Terra Santa, amar os outros, ajudá-los em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo!” 

Beatrice Guarrera