Os jovens da Terra Santa a caminho do Natal

Alegria, danças, louvação a Deus, partilha, oração: foram os momentos marcantes da jornada de preparação ao Natal dos jovens da Terra Santa, domingo, 15 de dezembro. O encontro foi organizado em Belém por Fr.EmadRofael, responsável pela pastoral juvenil da Custódia da Terra Santa, com o tema: “Na manjedoura está nosso nutrimento”.Após algumas danças a fim de exprimir a alegria da fé e a partilha, foi iniciada a oração das Laudes, acompanhada pelos instrumentos e pelas vozes dos Frades e das Irmãs presentes. Uma centena de jovens, vindos de toda a Terra Santa, no salão de teatro da escola franciscana de Belém.

«Seguimos com dois encontros anuais comos jovens que vêm da Galileia, mas também de Jerusalém e Belém – disse Fr. Emad. – Os que estão aqui querem livremente aproximar-se do Senhor, mostram forte desejo de Deus. Não olhamos os números, mas acompanhamos os que querem empenhar-se na renovação da vida espiritual». Fr.Emadlembrou que a maior parte dos jovens se aproximou do mundo franciscano e da Igreja, graças à Marcha franciscana.«Aquela do verão passado trouxe grandes frutos até hoje – continuou Fr. Emad -. Alguns jovens experimentaram mudança radical de vida, como nos narraram suas mães. Vejo que querem continuar a abeberar-se do desejo de Deus e, como grupo de Frades e Irmãs, procuramos fazer nosso melhor para ajudá-los com um encontro no Natal e um em preparação para a Páscoa». 

Fr. Mário Hadchiti, Diretor da escola da Terra Santa de Jericó, explicou o tema da jornada. «Deus quis nascer em manjedoura. O lugar em que se coloca o alimento para os animais tornou-se o lugar em que foi colocado aquele que é o alimento espiritual para cada pessoa – disse Fr. Mario -. O pecadotransforma o homem em animal, mas Jesus deu dignidade à humanidade, declarando e gloriando-se de ser “o Filho do Homem”».Fr. Mário explicou aos jovens de não escolher jamais os caminhos cômodos e fáceis, como o fez Deus. ao escolher de fazer-se nascer em uma manjedoura.«Como os Magos que vieram para oferecer seus dons e voltaram por estrada diferente, assim nós, que vivemos esta jornada e festejamos o Natal, não podemos retornar como viemos!», disse Fr. Mario. 

Cantando e tocando, os jovens da Terra Santa e os Frades foram visitar a Gruta de Natividade, onde foi realizado um momento de oração. Dali, os jovens foram a pé até o Campo dos Pastores, emBeitSahour. 

«Desde que iniciamos a fazer a Marcha Franciscana, venho com alegria aos encontros organizados pela Custódia e já conheço muitos dos que participam – conta Clara, uma jovem de Belém com 24 anos. Rami, com 17 anos, é uma dos que, na madrugada, partiram da Galileia a fim de participar da jornada em preparação do Natal, disse:«Me agradam esses momentos porque encontro Deus. Acho a felicidade, a paz, que sempre procuro»!

Após o almoço, no jardim do convento do Campo dos Pastores, os jovens dividiram-se em grupos a fim de refletir sobre os conteúdos brotados da catequese matutina de Fr. Mário. A jornada foi encerrada com missa, celebrada pelo Padre Custódio, Fr. Francesco Patton. 

«Procurei encorajar os jovens a respeito da mulher e das pessoas e também a não se lamentar da pobreza – comentou Fr. Mário -. Como Deus transformou a manjedoura, assim Deus pode transformar a vida e os pensamentos deles». 

Beatrice Guarrera