O Comissariado da Terra Santa na Eslovênia completa trinta anos: a visita do Custódio

O Comissariado da Terra Santa na Eslovênia foi criado há trinta anos e confiada à responsabilidade de Fr. Peter Lavrich. Por ocasião da celebração dos trinta anos, o Custódio da Terra Santa, Fr. Francesco Patton, visitou a Província Santa Cruz na Eslovênia. Durante os três dias de sua visita, o Custódio teve ocasião de apreciar a beleza e a devoção dessa terra.
No dia 30 de maio, durante a festa da Província, encontrou-se com os confrades da Província Santa Cruz, no Convento de Vič. Participaram o Ministro Provincial Fr. Marjan Čuden com seu Definitório, muitos Frades da Província e também o Arcebispo de Lubiana, Mons. Stanislav Zore, OFM. O Custódio apresentou a vida dos Cristãos na Terra Santa, a missão dos Frades da Custódia, explicou os deveres de um Comissariado e dos Comissariários da Terra Santa e respondeu a muitas perguntas feitas pelos Frades. No fim do encontro, como recordação da visita na Eslovênia, o Ministro provincial presenteou ao Custódio cópia da imagem milagrosa de Maria Pomagaj, Nossa Senhora da Ajuda, venerada no Santuário de Brezje. O Custódio, por sua vez, homenageou o Arcebispo, o Ministro provincial e o Comissário da Terra santa com a medalha, cunhada por ocasião dos Oitocentos anos da presença franciscana na Terra Santa.
Durante sua visita na Eslovênia, Fr. Francesco Patton foi hóspede no convento de Brezje, onde o Guardão Fr. Robert Bahčičgli apresentou a história do Santuário nacional mariano esloveno de Maria Pomagaj. Fr. Robert serviu, depois, de guia ao Custódio no Museu dos Presépios, organizado na área do convento a fim de valorizar a tradição local do presépio e a dos vários países no mundo.
Na tarde de 30 de maio, o Custódio também se encontrou com os Amigos da Terra Santa, os Cavaleiros e Damas do Santo Sepulcro. Em breve conferência, apresentou a história da presença franciscana na Terra Santa e o papel da Custódia. Após a apresentação, foram feitas várias perguntas pelos presentes, muito interessados na situação atual, no trabalho nos Santos Lugares e nas obras pastorais e sociais da Custódia.