As Igrejas da Terra Santa encontram-se para desejar Feliz Natal

 A troca de votos natalinos, cada ano, é momento de encontro entre os responsáveis pelas Igrejas da Terra Santa, importante para construir diálogo fraterno. Assim aconteceu na sexta-feira, dia 27 de dezembro, quando as diferentes Delegações das comunidades cristãs ortodoxas se juntaram no convento S. Salvador, em Jerusalém, a fim de levar suas saudações natalinas. Durante a jornada, o Custódio da Terra Santa, Fr. Francesco Patton, acompanhado por outros Frades franciscanos da Fraternidade, acolheu Grego-Ortodoxos, Armênios, Coptas e Sírios e Representantes do Patriarcado Latino de Jerusalém. Nesse mesmo dia, os Frades visitaram o Patriarca melquita.
O Patriarca grego ortodoxo, Teófilo III, em seu discurso, mencionou a positiva colaboração na iniciativa de começar a segunda fase da restauração do Santo Sepulcro e reafirmou a importância de manter o carácter cristão de Jerusalém: «A vida do mundo depende do manter Jerusalém como lugar de esperança para cada pessoa de boa vontade, onde se possa conviver no respeito mútuo». Em resposta, Fr. Patton assegurou o apoio da Custódia na obtenção da justiça no caso do edifício na Porta de Jafa e em outros casos semelhantes.

Padre Siwan, Vigário do Patriarca armênio de Jerusalém, colocou o acento na importância das visitas recíprocas por ocasião das Festas, a fim de que Deus possa ajudar a reforçar sempre mais as relações entre os cristãos. «Espero que chegue o dia em que mostraremos ao mundo que a Igreja em Jerusalém é verdadeiramente uma só!», respondeu o Custódio da Terra Santa.
Representantes do Patriarcado copta e sírio foram, depois, recebidos no Convento S. Salvador. «Faço votos de que o próximo ano seja abençoado a todos os doentes e sofredores, sobretudo aos irmãos da Síria e Iraque», afirmou o representante da Comunidade de rito sírio. O Custódio expressou seus votos de paz aos irmãos da Igreja de rito copta e aos que vivem no Egito e sua proximidade para com a Igreja de rito sírio, assegurando orações para que haja paz na Síria. 
Durante o encontro para os augúrios de Natal, os Franciscanos e Melquitas reafirmaram o profundo sentido do Natal e a importância de orar pela unidade dos cristãos na Terra Santa. 

Após o almoço, os Frades da Custódia receberam a vista dos irmãos da Igreja de rito Etíope. « Além do protocolo, esses são encontros verdadeiramente fraternos!» afirmou o Custódio.
Em seguida, chegou uma Delegação do Patriarcado latino a fim de trocar saudações de Natal, como aquelas que os Franciscanos haviam levado em sua visita, no dia 19 de dezembro: «Que a luz do Senhor ilumine a cada um de vós no precioso serviço que a Igreja vos confiou – afirmou Mons. Frei Pierbattista Pizzabala -. Vosso serviço vos possibilita encontrar pessoas vindas de todas as partes do mundo à Terra Santa a fim de encontrar Deus; o qual, revestindo-se de nossa carne, vos revestiu com sua luz. Feliz Natal!».

Beatrice Guarrera