Festa de S. Francisco | Custodia Terrae Sanctae

Festa de S. Francisco

2012/10/04

Jerusalém, 03/04 de outubro de 2012

“Um raio do sol basta para varrer muitas sombras.” (S. Francisco).
Em todo mundo, a Família franciscana festeja seu Seráfico Pai. Festa preciosa e cara a cada cristã.

Aqui, em Jerusalém, as celebrações iniciam no dia 03 de outubro, na igreja San Salvatore, com as primeiras Vésperas solenes, presididas pelo Custódio Fr. Pierbattista Pizzaballa.
Muitos Frades, de diversas nacionalidades, renovaram nas mãos do Custódio os votos de viver o Evangelho, a exemplo de Francisco.
Durante as Vésperas, houve a tocante cerimônia do Trânsito de S. Francisco. Todos os presentes, com vela acesa, seguiram com recolhimento a leitura da morte do Santo e, depois, apagadas todas as luzes na igreja, houve a procissão do Custódio e dos concelebrantes ao altar lateral com a imagem de S. Francisco, sobre o qual estava a relíquia, junto à Regra dos Frades Minores.
A homilia do Custódio centrou-se no breve verseto da vocação de Abraão: “Abrão partiu como lhe havia ordenado o Senhor” (Gn 12,4). É o início da história de Abraão, uma viagem que contém sua vocação: as promessas, a bênção, a aliança. Nela se encontra tudo, como numa semente.

É a mensagem que o Custódio dirigiu aos Frades que renovaram a Profissão, o convite de renovar exatamente esse ato de fé: “Isso a partir de Abraão, o seu deixar-tudo, para achar a casa na promessa de Deus, pertencendo a Ele. Com as consequências concretas que isso significa, a saber, percorrer o caminho da semente que morre para que surja vida, para que se torne vida abundante e fecunda, como a de Abraão; isso é seguir Jesus na Páscoa. Isso é um caminho que dura toda a vida: hoje, recomeça com o único fundamento que conta, a de pertencer a Ele.”
A celebração terminou com o ato inspirado na devoção do beijo na relíquia do Santo.

A manhã do dia 04 de outubro iniciou com a Missa Solene, celebrada na igreja San Salvatore, totalmente lotada de fiéis. Como è tradição, o Padre Guy Tardivy, superior dos Dominicanos, presidiu a missa concelebrada pelo Custódio Fr. Pierbattista e pelo Vigário da Custódio, Fr. Vítores.

Participaram da cerimônia: os Bispos da Igreja de Jerusalém, Mons. William Shomali, Mons Mousa El Haj, Mons Joseph Zreiei, Mons. Joseph Kelekian. Marcaram presença também autoridades civis e diversas representações governativas e consulares. Na homilia, o dominicano Padre Keven, sublinhou a simplicidade de Francisco, qualidade que o tornou famoso e exemplo a seguir; recordando o dom dos estigmas impressas em seu corpo, como prêmio recebido pouco antes de falecer.

Terminada a celebração, o Custódio agradeceu a todos os presentes, convidando a rezar pelos cristãos da Síria, onde a situação é muito grave.

A celebração das segundas Vésperas, presididas pelo Vigário da Custódia, Fr. Artêmio Vítores, concluiu a festa do dia 04 de outubro.