A Custódia da Terra Santa na Colômbia

No âmbito dos festejos dos oitocentos anos da peregrinação de paz de S. Francisco de Assis no Oriente Médio, o Custódio da Terra Santa, Fr. Francesco Patton, acompanhado por Fr. Marcelo Cichinelli, Coordenador dos Comissários da Terra Santa, visitou a Colômbia, participando de vários eventos pastorais e acadêmicos, preparados pelo Comissariado da Terra Santa na Colômbia e pela Universidade Franciscana de S. Boaventura.


Os eventos comemorativos iniciaram no dia 16 de setembro com o encontro com S. E. Mons. Luis Mariano Montemayor, Núncio Apostólico na Colômbia, confirmando assim a colaboração da Igreja colombiana com os Lugares santos. Durante as jornadas colombianas, o Padre Custódio também se encontrou com dois Provinciais franciscanos da Colômbia: Fr. Héctor Eduardo Lugo García, da Província de Santa Fé, e Fr. Nélson Tovar Alarcón, da Província de San Pablo e Presidente da UCLAF (União das Conferências Franciscanas Latinoamericanas), aproveitando a ocasião para agradecer-lhes pelas iniciativas promovidas no país pelo Comissariado e a favor das peregrinações e a favor das peregrinações, estendendo o convite às várias realidade a sustentar o trabalho em conjunto que venha em benefício de todos.
Após o almoço, a Universidade de S. Boaventura em Bogotá, Fr. Patton fez uma palestra “1219-2019, Francisco e o Sultão: de inimigos a irmãos", sublinhando como o diálogo seja para os Franciscanos um instrumento para o encontro e a paz. O primeiro dia de sua visita na Colômbia foi concluído com a celebração eucarística e o encontro com os jovens Frades das Casas de S. Bernardino e S. José, em Bogotá, aos quais o Custódio Padre Francesco convidou a continuar respondendo à chamada do Senhor no serviço, na proximidade e no diálogo.


A segunda etapa da visita do Custódio na Colômbia foi a cidade portuária de Cartagena de Índias. Essa cidade é famosa por sua história colonial e por ter custodiado, entre muitos tesouros, o corpo de S. Pedro Claver, paladino da liberdade dos escravos na América latina. Nesse lugar, o Custódio da Terra Santa celebrou a Santa Missa da Festa dos Estigmas de S. Francisco, na Paróquia franciscana de S. Sebastian a Calle Real de Tenera. No dia seguinte, a celebração eucarística com estudantes e Professores da Universidade de S. Boaventura marcou o início da jornada, seguida por outra palestra no Auditório da Universidade de S. Boaventura de Cartagena. A visita a Cartagena foi encerrada com o encontro com os irmãos da Ordem Franciscana Secular de Santa Marta e 0 Vice-Ministro e os membros do Conselho Nacional OFS da Colômbia.

Importante foi a visita ao Comissariado da Terra Santa na Colômbia, situado no Convento da Puríssima Virgem, vizinho da igreja de São Francisco o Grande, no centro de Bogotá. A antiga capela da Verdadeira Cruz, testemunha a secular presença secular da Terra Santa na devoção popular dos católicos colombianos. De maneira especial, o Custódio Padre Francesco quis presentear as relíquias do Santo Sepulcro e Monte Calvário aos habitantes mais humildes das ruas da capital colombiana através da Fundação Fundação Franciscana "Callejeros de laMisericordia", que está ao lado dos necessitados. Durante a celebração eucarística no santuário principal da Arquidiocese de Bogotá, Santa Maria de Monserrat, o Custódio da Terra Santa depositou aos pés da imagem do "Cristo Caído" uma relíquia da Santa Casa Nazaré, assim os fiéis que visitam o santuário podem ter um pedacinho da pedra santificada do mistério da encarnação da Palavra de Deus e da vida de Jesus de Nazaré, com sua Mãe Maria Santíssima.

O Comissariado da Terra Santa também havia programado outros eventos acadêmicos, pastorais e fraterno na cidade de Cartagena, onde os Frades têm uma sede da Universidade de S. Boaventura e a Paróquia de San Sebastián da Calle Real de Ternera.